Gestor de RH: entenda como mostrar o valor do seu departamento para os diretores6 minutos de leitura

Há algum tempo os Recursos Humanos eram vistos como um setor “à parte”, responsável por dar suporte na contratação e no pagamento dos profissionais. Hoje, esse departamento é estratégico e indispensável ao sucesso da organização, mas nem sempre é visto com tanta importância. Então como o gestor pode levar a empresa a valorizar o RH?

Existem várias formas de provar o valor da área, como mostrar o retorno sobre o investimento (ROI), apresentar indicadores-chave de desempenho, levantar casos de sucesso e estudos que comprovam a importância do setor.

Para você entender melhor e colocar isso em prática, reunimos a seguir mais informações e dicas, mas antes vamos entender por que reconhecer o RH é importante.

A importância de valorizar o RH

Saber reconhecer o setor de RH de uma empresa como sendo fundamental faz toda a diferença em variados quesitos. Quando os diretores valorizam esse departamento, passam a incluí-lo melhor em seus processos e tomadas de decisão, dando-lhe um maior destaque e, ao mesmo tempo, usufruindo de todo o conhecimento que o setor tem.

A organização passa, então, a funcionar de forma mais alinhada: os departamentos se comunicam, os colaboradores ficam mais satisfeitos e se sentem reconhecidos, entre vários outros ganhos. Tudo isso pode gerar, inclusive, uma redução de custos, redução de rotatividade dos colaboradores e uma empresa mais sustentável. Portanto, valorizar o seu RH é fundamental.

As dicas para valorizar o RH

Para saber como destacar esse setor frente à sua diretoria, fique atento às dicas abaixo. Vamos lá?

Levante pesquisas sobre o assunto

Existem várias pesquisas que comprovam a importância do RH para o sucesso nos negócios. Ao estudar 53 empresas entre 2011 e 2015, uma matéria veiculada pela Harvard Business concluiu que as empresa que adotam boas práticas de RH apresentam desempenho 51% superior ao mercado, em média.

Outro estudo comprovou que Pequenas e Médias empresas que investem na qualidade de vida dos colaboradores são cerca de 70% mais rentáveis e 86% mais produtivas. Todos são números impressionantes, então não deixe de apresentá-los aos diretores.

Apresente o ROI sobre os investimentos

Quais os investimentos feitos na gestão de pessoas? Todos devem dar um retorno favorável à empresa, permitindo-a ser mais rentável e lucrativa. Então, aproveite para monitorar o retorno sobre o investimento— do inglês Return On Investment (ROI).

  • ROI (em %) = (retorno obtido – investimento feito) / investimento feito x 100

Imagine que investiu cerca de R$ 10 mil em um programa de desenvolvimento de vendedores e, no mês seguinte, notou um acréscimo de R$ 50 mil no faturamento. Ao utilizar a fórmula descrita, notará um retorno de 400%.

Mostre os indicadores de desempenho

Os indicadores determinam o que vai bem e o que precisa de ajustes dentro da empresa. Quando a rotatividade de funcionários está baixa, por exemplo, é sinal de que os custos demissionais são poucos ou inexistentes.

Confira outros indicadores:

  • nível de absenteísmo;

  • número de vagas fechadas no prazo;

  • percentual de produtividade;

  • número de acidentes no trabalho;

  • índice de quebras.

Monitore e apresente os principais indicadores para a diretoria, mostrando como a boa gestão de pessoas tem contribuído para somar bons resultados ao RH e ao negócio em geral. Desse modo, provavelmente, conseguirá mais investimento para o futuro.

Mensure e apresente os indicadores de performance

Os indicadores de performance devem ser mensurados e apresentados à diretoria de maneira adequada. Alguns exemplos desses fatores já foram citados aqui, como o índice de turnover e o retorno sobre investimentos, além da taxa de satisfação de seus colaboradores. No entanto, não basta apenas comentar sobre eles em sua apresentação: é preciso apresentar métricas e dados objetivos.

É por isso que mensurar e utilizar métodos como o People Analytics é tão importante. Com isso, você consegue mostrar de forma efetiva como andam seus resultados e em que estão sendo pautadas as tomadas de decisão do departamento. Afinal, é preciso demonstrar que elas estão sendo feitas baseando-se em informações concretas, visando promover um bom desempenho para a empresa.

Vale lembrar ainda que, caso alguma métrica não esteja tão positiva, você deve apresentar para a diretoria um planejamento eficaz para resolver a questão.

Conheça outras áreas da empresa

Isso pode fazer toda a diferença para a valorização do RH. Em algumas empresas, esse setor permanece um tanto isolado ou afastado dos demais departamentos, mas não precisa ser assim. O RH deve ser de todas as outras áreas da organização e tentar compreender o seu funcionamento.

Quando isso acontece, fica mais fácil saber como se pode ajudar e qual é a melhor maneira de resolver as demandas de cada setor. Você poderá identificar de forma mais realista, por exemplo, o perfil ideal a se contratar para aquela área em um processo seletivo. Com tudo isso, fica bem mais evidente como o RH é importante para a empresa como um todo.

Saiba como usar a tecnologia

A tecnologia está crescendo dentro das empresas e o RH não é uma exceção, mas é preciso saber empregá-la para gerar bons resultados. Normalmente, vêm sendo automatizados processos como as triagens no recrutamento, o controle de horas de jornada e o armazenamento de dados dos colaboradores, apesar de isso variar de acordo com os recursos disponíveis. Não se esqueça, ainda, de capacitar seus colaboradores para lidar com a tecnologia.

Quando você emprega essas tendências de maneira adequada, mostra à diretoria que o RH se mantém atualizado e consegue lidar bem com as novidades do mercado. Isso também contribui para ser valorizado.

Utilize ferramentas de avaliação psicológica

Por falar em tendência, outra que vem se tornando muito forte nesse setor são as ferramentas de avaliação psicológica. Basicamente, elas ajudam a ter maior precisão na hora de selecionar o melhor candidato para a empresa, permitindo análises que vão além do histórico e do currículo de um profissional.

É mais uma boa alternativa para otimizar seus processos e contribuir para toda empresa. Mesmo assim, é necessário ter muito cuidado e optar por instrumentos válidos e eficientes. Existe uma grande variedade de softwares e outras ferramentas que atuam nesse sentido, então é preciso selecionar os melhores para o RH obter bons resultados.

Apresente os casos de sucesso

Por fim, conte boas histórias acerca de como a gestão de pessoas tem contribuído para o crescimento da organização e dos profissionais. Explique como os clientes passaram a ser melhor atendidos pela equipe qualificada ou como os próprios colaboradores estão mais satisfeitos com o ambiente.

Outra saída é buscar por estudos de caso de outros negócios. Por exemplo, como a cafeteria Starbucksconseguiu criar uma cultura centrada nos colaboradores e, assim, garantir uma melhor experiência aos clientes.

Enfim, para a diretoria valorizar o RH, mostre a importância do departamento e explique suas contribuições para a construção de um empreendimento grande, sólido e lucrativo. Para tanto, vale apresentar bons casos, apresentar os indicadores, monitorar o retorno financeiro obtido e levantar estudos acerca da gestão do capital humano.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário. Estamos à disposição!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo