Conheça aqui 5 indicadores de RH importantes para a empresa4 min read

Os indicadores de RH funcionam como uma espécie de termômetro no local de trabalho. Quando algo não vai bem, um “alerta” se acende e o gestor de pessoas pode agir de maneira preditiva para evitar problemas ou reduzir os danos.

Você tem à sua disposição diversos  indicadores de desempenho, para auxiliar na avaliação do clima de trabalho e da produtividade. O ideal é criar, com a participação de um profissional da área de Psicologia,  um conjunto alinhado aos objetivos da empresa e interesses do setor de recursos humanos.

Para ajudar nessa tarefa, relacionamos indicadores importantes que você pode (e deve) usar no dia a dia do trabalho. São ferramentas indispensáveis para o sucesso da sua gestão. Continue a leitura!

Veja 5 indicadores de RH para a sua organização

Os indicadores de RH funcionam como identificadores da realidade conjuntural do negócio. Com eles, é possível não somente avaliar, mas também traçar novos procedimentos que eliminem ou amenize os obstáculos e ameaças identificados por eles. Confira a nossa relação.

1. Percentual de turnover

O primeiro e mais conhecido é o turnover. Seu nome vem do inglês e traduzido quer dizer rotatividade. Na prática, mede o percentual de colaboradores desligados do quadro de trabalho em certo período. Conheça a fórmula:

  • Turnover (em %) = colaboradores desligados / total de colaboradores no período x 100

Cada empresa tem sua própria política de retenção. Em razão disso, o percentual final de turnover pode variar bastante. Índices elevados, no entanto, sinalizam  ambientes tóxicos, com baixa qualidade de vida e incapazes de reter profissionais talentosos.

2. Taxa de absenteísmo

Qual o total de faltas e atrasos na sua empresa? Quando os profissionais tornam-se relapsos e deixam de se preocupar com o horário de trabalho, o percentual de absenteísmo cresce vigorosamente. Para mensurá-lo, basta usar a seguinte equação:

  • Absenteísmo (em %) = horas não trabalhadas / total de horas trabalhadas x 100

O elevado absenteísmo é um grande risco. As faltas e atrasos sobrecarregam alguns colaboradores, diminuem a produtividade e afetam as finanças do empreendimento. Em razão disso, deve-se ter recompensas que estimulem a assiduidade dos talentos.

3. Proporção de candidatos por vaga

O processo de recrutamento e seleção é de suma importância ao RH. Ele garante que profissionais talentosos façam parte da empresa, mas faltam métricas que sinalizem o sucesso dessa prática. A proporção de candidatos por vaga é uma das principais.

Para calculá-la basta dividir o total de candidatos pelo número de vagas que foram abertas. Quanto maior a proporção, melhor! É sinal de que a organização tem uma forte marca empregadora, além de ser eficaz no recrutamento de candidatos.

4. Nível de satisfação dos colaboradores

Colaboradores satisfeitos produzem mais e melhor, gerando uma série de vantagens à sua equipe de trabalho e ao empreendimento. Por essa razão, mensurar a satisfação também é muito importante. Isso pode ser feito com uma única pergunta:

  • De zero a dez, o quanto recomendaria nossa empresa como um bom local de trabalho para seus amigos?

Resposta entre 0 e 6 representam colaboradores detratores, insatisfeitos e que até falariam mal da empresa. De 7 a 8 estão os neutros, imparciais. Os que dão notas de 9 a 10 são chamados de promotores, satisfeitos e que vestem a “camisa” da empresa.

5. Número de conflitos interpessoais

Por fim, é preciso lembrar-se da ocorrência de conflitos. Quando o clima está ruim e os canais de comunicação são precários, o número de conflitos tende a ser maior e os talentos brigam entre si. Portanto, mensure a ocorrência de conflitos mês após mês.

Com a aplicação dos indicadores de RH é possível ter uma visão mais sistêmica da gestão de pessoas. Também facilita ações eficientes durante  todo o expediente. Desse modo, os colaboradores, o RH e toda a empresa, nos vários níveis e áreas, serão beneficiados.

Outro indicador importante é o retorno sobre investimento (ROI). Por isso, preparamos um artigo para explicar como calcular e melhorar o ROI. Confira!

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo