Autoavaliação profissional: como incentivar o seu colaborador a crescer?

Embora nem sempre receba a devida atenção dos gestores, a autoavaliação profissional é uma ferramenta muito importante nas organizações. Ela pode ser aplicada em todas as áreas de atuação e permite aos colaboradores ter uma visão ampliada sobre seu próprio desempenho, seus erros e acertos.

Além de ser uma ferramenta motivadora para os profissionais, ela também proporciona um autoconhecimento fundamental para que os colaboradores se empenhem em obter um desempenho cada vez mais satisfatório, evitando repetir erros cometidos no passado.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo, vamos explicar como funciona a autoavaliação, porque ela deve ser aplicada, os benefícios que ela traz para as empresas e como ela deve ser implementada.

Acompanhe todas essas informações nos tópicos a seguir!

A autoavaliação profissional

A autoavaliação é um processo no qual os colaboradores refletem e expressam sua opinião sobre seu próprio desempenho e suas atitudes no trabalho. Durante esse processo, é fundamental que o profissional tenha um diálogo aberto com seu gestor e seja sincero sobre suas expectativas, dificuldades e realizações durante o período que está avaliando.

O ideal é que ela seja feita com certa frequência na organização, o que permite que tanto os funcionários quanto os gestores relembrem os principais acontecimentos de determinado período e possam discuti-los durante a autoavaliação.

Essa prática pode trazer diversos benefícios tanto para a organização quanto para os colaboradores. Ela é importante porque não limita a avaliação de desempenho ao ponto de vista do gestor, permitindo que o funcionário também mostre sua perspectiva de trabalho.

A autoavaliação permite ainda identificar possíveis discrepâncias sobre o desenvolvimento do colaborador no trabalho. Além disso, é um momento no qual cada profissional pode reconhecer seus acertos, buscar alternativas para erros cometidos, fazer solicitações de treinamentos e demonstrar suas expectativas em relação a sua carreira.

Desse modo, tal metodologia proporciona uma reflexão do trabalhador sobre suas atitudes e sobre seu desenvolvimento no trabalho e essa ferramenta pode ser muito útil para que ele revise seus objetivos e pense se obteve um desempenho satisfatório, considerando as metas da empresa e suas metas pessoais.

Veja, a seguir, como você pode obter muitos benefícios ao adotar a autoavaliação na sua empresa.

Benefícios da autoavaliação

Esse método é o precursor para um bom desempenho. Muitas vezes os profissionais têm uma falsa percepção sobre sua performance no trabalho, o que pode ser limitante para seu desenvolvimento. Nesse sentido, a autoavaliação tem como objetivo promover o autoconhecimento e permitir que cada colaborador identifique seus potenciais, sendo essencial para uma análise da própria capacidade.

Desse modo, essa ferramenta permite a transformação e o desenvolvimento pessoal, profissional e social do indivíduo. Por consequência, a empresa consegue melhores resultados e os funcionários se tornam mais satisfeitos e realizados no trabalho.

Veja, a seguir, os principais benefícios que a autoavaliação pode trazer para a sua empresa.

Relembra os gerentes dos objetivos dos colaboradores

Você deve levar em consideração as motivações que levam os seus colaboradores a trabalharem na empresa, que muitas vezes vai além de receber um salário ao final do mês, mas sim crescer profissionalmente e conquistar uma carreira sólida.

Por isso, a autoavaliação serve para relembrar os gerentes dos objetivos pessoais de cada colaborador, de modo que podem ser desenvolvidas ações para que todos continuem satisfeitos na organização.

Obtenção da opinião dos colaboradores

Quando algum colaborador está apresentando um comportamento indesejado, que não vá de acordo com o fit cultural da empresa, por exemplo, pode ter explicações para isso que vão além de uma visão holística do gestor.

Com base nas opiniões dos colaboradores sobre si próprios, é possível entender como porque certos comportamento acontecem. A partir disso, é possível desenvolver ações para que certas situações sejam corrigidas.

Ajuda o gestor a entender a visão do colaborador

Todas as pessoas têm pontos fortes e pontos fracos e lidam com isso de diferentes maneiras. No entanto, nem sempre a visão que temos sobre nós mesmos é real, pois é natural de algumas pessoas que se sintam inferiorizadas.

Entendendo como cada colaborador se vê, o gestor poderá criar programas de incentivo e até mesmo ter conversas francas com cada um, motivando os funcionários e os orientando sobre o que está adequado em seu comportamento e o que realmente precisa ser melhorado.

Agora que você já sabe quais são os benefícios da autoavaliação, deve estar se perguntando sobre como implementar esse método na sua empresa, não é mesmo? Vamos falar sobre isso com mais detalhes no próximo tópico.

Modo de implementar a autoavaliação

Para desenvolver e implementar um programa de autoavaliação na sua empresa, convém que você siga o passo a passo que será listado a seguir.

Mantenha um diálogo aberto

É muito importante deixar claro para os colaboradores a importância da autoavaliação e sua finalidade. Demonstre a eles que essa prática não estará relacionada a bônus ou aumentos salariais e, se possível, faça um treinamento sobre a importância desse processo.

Além disso, abra espaço para que os colaboradores possam discutir sobre seu desempenho frequentemente, tornando a autoavaliação um processo menos formal. Esse espaço pode ser feito em reuniões curtas durante o dia ou até mesmo escritas, e depositado em uma caixa para que o gestor possa analisar os discursos periodicamente.

Solicite a autoavaliação profissional periodicamente

O ideal é que a autoavaliação seja frequente na empresa, podendo ser feita após o término de um período ou de determinado projeto. Assim, é possível que o funcionário se recorde mais facilmente sobre seu desempenho e suas dificuldades.

Em caso de empresas que trabalham em processo produtivo e não por projetos, como as indústrias, o recomendado é que a avaliação seja feita pelo menos uma vez por ano. Além disso, é preciso dar um feedback aos colaboradores, para que eles entendam mais sobre o processo.

Avalie a capacitação

Nesse processo, é importante também avaliar a capacitação dos funcionários e possíveis demandas de treinamento. Pode ser que eles estejam tendo alguma dificuldade devido a uma carência de atualização ou de qualificação na função.

Isso é importante até mesmo para que você possa definir ações para desenvolver treinamentos e qualificar os colaboradores, fazendo com que a organização funcione mais adequadamente em sua plenitude.

Tenha em mente que a autoavaliação profissional pode contribuir muito para o desenvolvimento dos colaboradores e da organização e não deixe de implementá-la em sua empresa. Afinal, é a partir dela que você poderá desenvolver planos de carreira, promover o bem-estar corporativo, horizontalizar a sua hierarquia, entre outras ações.

Gostou do post? Quer receber mais informações interessantes como estas em seu e-mail? Que tal então assinar a nossa newsletter? Temos certeza de que você gostará do conteúdo que enviaremos.

Equipe Mapa

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Últimos Artigos