Como melhorar a tomada de decisão na sua empresa com o RH?

Ao longo do expediente, há uma série de escolhas que precisam ser feitas. Contudo, é preciso ter informações reais para melhorar a tomada de decisão na empresa, capazes de beneficiar a própria organização e seus funcionários.

Nesse sentido, o RH tem um papel realmente importante. O setor oferece diversos dados sobre o desempenho dos profissionais e os resultados da gestão de pessoas. Logo, é possível ter um alicerce mais sistêmico para decidir.

Pensando em tudo isso, elaboramos este artigo para você. Hoje, você vai entender como melhorar a tomada de decisão na empresa com a ajuda do RH e também compreenderá as principais métricas de desempenho. Boa leitura!

Principais métricas e análises do RH para acompanhar

Em primeiro lugar, é importante compreender que o setor de Recursos Humanos deve realizar diversas análises e acompanhar diferentes métricas, as quais são úteis para decidir de forma eficaz. Dentre as principais, é possível destacar:

  • nível de assiduidade;
  • análise de competências;
  • perfil comportamental;
  • presenteísmo;
  • percentual de satisfação interna;
  • turnover;
  • nível de produtividade.

Cada um desses parâmetros é útil para formular metas desafiadoras, estabelecer programas de capacitação, reconhecer e recompensar pelos resultados. E mais, funcionam como uma bússola na tomada de decisão na empresa, indicando o caminho mais producente a ser seguido. Por isso, é preciso acompanhá-los!

Como esses parâmetros podem ser aplicados na tomada de decisão

Não é possível falar sobre como cada um dos parâmetros existentes podem ser aplicados, afinal, são muitos. Contudo, de modo genérico, eles oferecem ao gestor uma visão mais holística, atual e real do que está acontecendo, permitindo, então, que se atue rapidamente e estrategicamente.

Um ótimo exemplo é a formulação de equipes. Com base no desempenho individual dos profissionais é possível construir um time equilibrado, com atitudes e habilidades complementares. Aqui, também é necessário analisar competências.

Também é possível considerar a definição de novos líderes, uma atividade, sem dúvida, importante. Com base nas métricas e análises, é possível definir aqueles com os conhecimentos, habilidades e atitudes suficientes para assumir um cargo de comando. Assim, é muito mais provável que a escolha seja correta.

A verdade é que, nos dias que correm, não há muito espaço para cometer erros. Falhar custa dinheiro, coloca a empresa em desvantagem e pode até representar seu fim. Logo, análises e mensurações devem ser algo contínuo.

A importância de ferramentas de avaliação

Para finalizar, é preciso discutir sobre o uso de ferramentas para coleta de dados cada vez mais precisos. Deve-se abandonar processos de análise obsoletos, demorados e falhos para investir em tecnologias mais avançadas.

As métricas de desempenho podem ser levantadas de sistema de gestão e controle empresarial. Para saber da assiduidade do time, por exemplo, basta contar com o sistema de controle de ponto e jornada de trabalho.

Ainda mais importante é contar com sistemas que facilitem a avaliação de pessoas. Desse modo, torna-se fácil ter acesso aos relatórios de teste de personalidade, competências, tendências e riscos em determinada função. Essa visão holística, como explicado, influenciará nas escolhas.

Como se pôde observar, as métricas e análises de RH podem melhorar a tomada de decisão na empresa. Para tanto, é importante contar com a ajuda da tecnologia e investir em ferramentas que tornem o processo de análise mais producente.

Gostou do conteúdo? Aproveite para multiplicar esse conhecimento. Compartilhe o artigo em suas redes sociais e deixe que seus amigos entendam o assunto!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo